Por Saron...
" Evoluir, tenho essa necessidade na alma. Ser um pouco mais. Mas pra ser um pouco mais preciso ser menos de mim mesmo.
Porque evoluir entra num contexto de ser mais tolerante, exercer o ato de se humilhar e reconhecer erros. De perdoar também.
De ser mais altruísta , menos egoísta.
Sabedoria pra simplificar a vida.
A cada dia tento evoluir 1cm do meu ser por vez. Pouco?!?
Grandes mudanças ocorre aos poucos, devagarinho... E assim vou indo."

Moça Flor

Gostou???


Visitem minha lojinha virtual e confiram todos os produtos apresentados no slide.
Atelier Saron Calazans
ou

O que procura No Meu Pequeno Mundo

Carregando...

29 de agosto de 2016

Para ser feliz...

Tenha uma horta!!!
Vira e mexe estou sempre postando no face fotos da minha hortinha. 
Dizendo o quanto estou feliz...vibrando pelo crescimento do meu pé de coentro, do quiabo que esta nascendo, dos ovinhos fresquinhos das minhas galinhas.
Penso cá comigo que muitos por lá devem me achar, como diria minha senhora mãe ; "moça abitolada". (hihihi)
Sempre foi um sonho ter uma horta, mas por conta da falta de espaço...mentira!!! falta de espaço é desculpa esfarrapada . Porque hoje em dia em qualquer cantinho você pode montar uma pequena horta.
Enfim, era minha desculpa. A outra era ; ah meus cachorros destroem tudo!!!
Graças a horta suspensa essa não cola mais . (hihihihi)
Bom fui parar no campo e casa no campo sem uma hortinha que se preze ...
Comecei aos poucos, ate porque sobre cultivo não sabia de nada. 
Aprendi algumas coisas com alguns videos no youtube. E fui com a cara, a coragem e mão na terra.
Plantei couve , pimentão, pimenta dedo de moça, alface, coentro, quiabo, tomate , alho, salsa...Algumas coisas não deram outras sim.
Eu semeei , reguei e como não tinha fé nenhuma em mim já que muitas plantinhas morriam nas minhas mãos, digam se de passagem  das minhas violetas, acaba vibrando ao ver las crescendo.
Era quase um milagre (hihihi). Tá tô exagerando!!!
Confesso que nem eu imaginava que encontraria tanta felicidade nessas amenidades roceira.
Imaginem vocês que a cada ovo que as minhas bichinhas botavam era ; eba !!!mais um!!!
E não é só isso...o fato de ter tudo orgânico na mesa conta e muito.
O sabor , a textura é mais intenso.
Enfim, esses dias colhi algumas folhas de couve para fazer uma farofa pra companhar o feijão com toucinho que fiz...
Aproveito pra mostrar minha tabua de corte rustica. Por aqui há algumas arvores caídas.
E como tenho visto nos igs muitas ideias trazendo a madeira rustica na decoração.
Venho daí a inspiração e pedir ao marido para providenciar algumas coisas pra mim.
Uma delas foi a tabua de corte ( ela foi devidamente lavada). As demais mostrarei depois quando estiver concluído. 

...

Não sou muito boa na cozinha, chega perto pra mim contar uma coisa procê ;
Eu não sou muito fã de blogs de culinária. Sinto uma invejinha branca sabe?!? Elas fazem parecer tudo tão simples.
Mistura assim, faz assado...e eu misturo assim , faço assado e não sai nada aplausível!!!
O Sr Calazans quando me ver com alguma receita nas mãos já diz;
Vish, é melhor você fazer o que você sabe, porque sempre que você tenta dá errado.
Pior que ele tem razão; fui fazer um risoto simples ... Fiz tudo bonitinho...mas tostei!!!kkkk
Enfim... sei o básico...tipo uma farofa de couve.
Vou dá uma de mestre gourmet e ensinar procês ( oé deixa eu ser feliz!!! hihihihi)




Na tabua tem a couve cortada , folhas do pé do alho (sim , eu uso as folhas dos meus pés de alho. O sabor é o mesmo ) e coentro picado.
Sempre que faço um refogado eu gosto de saborizar o óleo ou azeite. Coloco uma folha de louro na frigideira junto com um pouco de azeite e deixo dá uma fervurinha.


Enquanto isso, corto uns pedaços de bacon ( para os mais intimos , toucinho) . E jogo na minha frigideira.


Depois de dá uma fritada no toucinho eu coloco cebola ralada e as folhas do pé de alho picadinhas e refolgo.


Ai vem a couve , o coentro, um bocadinho de vinagre e sal.


Depois de refolgar tudo eu coloco a farinha de mandioca ou aquelas farofas prontas...Dou uma ligeira sapecada na farinha e voilá!!!


Momento; olhem os ovos vindos do meu galinheiro .( hihihihi)



E pra acompanhar o feijão com toucinho e a farofa de couve dois bons zoião!!!hihihi 

E a vida na roça segue com uns quilos a mais na balança rsrsrs...Beijocas !!!

20 de agosto de 2016

Redirecionando minhas laçadas para um novo caminho.

Nossos dias são sempre atarefados,  mas não há nada melhor quando vai chegando o comecinho da noite e você tem aquele tempinho pra relaxar.
Eu gosto muito de pegar minha caixa com linhas , ligar minha teve ...É um olho na laçada outro na minha novelinha. 
Li em uma matéria que o ato de fazer croche é como meditar, é quase uma ioga.
Além disso tem o benefício de manter as células neuronais  novas.
Nos últimos dias tenho mantido meus neurônios ativos hihihi.
Tenho entrando  numa de fazer algumas roupas pra minha pessoa. 
Quero muito aprender e  praticando eu chego lá. Quem sabe um dia ser como a Vanessa Montoro, mestra das agulhas e criadora de lindíssimas roupas de croche  ( coisa conceituada ).
Em meio aos meus devaneios vou praticando  .  Espie as duas peças que fiz.





 



13 de agosto de 2016

Vestida exageradamente de amor.

Olá queridas leitoras  (os) deste " meu pequeno mundo".
Antes de mais nada quero agradecer aquelas que disponibilizaram um bocadinho do seu tempo pra ler minhas filuras e que deixaram comentários fofos.  O bom do blog é  quando há essa interação.
Mas tbm sou grata ao leitor anônimo que apesar de não comentar sempre dá uma passadinha por aqui. Enfim.
...
De fato,  num palacete ou numa comunidade. ..Não importa o lugar , casa é  aonde você si sente bem...acolhido. ..refugiado.
Num repleto contexto, além das paredes e móveis.  O querer de estar perto das pessoas que amamos . Casa é um logo da família.
Como vcs sabem me casei recentemente e quem casa quer casa.  Acabei indo parar no campo, um cenário totalmente diferente do meu habitual.
Tive que lidar com o meu maior medo, minha fobia de aranhas.
Acreditem vocês que no início eu passei poucas e boas.
Já acordei muitas vezes saltando da cama por causa de um sonho; a pessoa aqui deitada na cama via uma mega aranha descendo sob sua teia e vindo na minha direção.
Sabe aqueles sonhos bem reais?  Eu pulei da cama gritando  e acreditando veemente que a aranha descia na minha direção.  Meu esposo correu  pra ligar a luz e procurou a suposta aranha.  Caímos na gargalhada ao perceber que era apenas um sonho. Por duas vezes isso me sucedeu  . Kkk
Mas apesar  disso amo minha casa e minhas coisas. É tudo muito simples. ..me esforço fazendo minhas coisinhas pra deixar minha casa mais aconchegante,  mais minha cara.
E tenho orgulho do meu trabalho. Esses dias comentei no face que ando me policiando pra não encher minha casa com croche  . Porque assim, no meu quarto é  cortina,  colcha , manta , almofadas,  banco com capa de croche,  bandeirolas e quadros.  Percebam o exagero .
Mas constatei que minha casa é  vestida exageradamente de amor  por que é isso que coloco em cada peça que faço.


E por aqui eu não sou a única a fazer artes,  meu esposo fez essa luminária de pvc  pra mim.  O efeito da luz não aparece muito porque a foto foi tirada a meia luz.





 
Ainda tem mais coisas no meu quarto,  mas ando tirando fotos pra mostrar tudo de uma vez em um único post.
Aí é  só um bocadinho.  Bjinhos! !!













3 de agosto de 2016

Como é duro ser pobre!!!

Vai dizer que você nunca pensou nisso ou proferiu essas palavras em algum momento da sua vida de contação de caraminguás ?
E nessa crise onde tudo sobe menos o salario do pobre a contação é tãaaaaaaaaaaaaaao mais dolorosa(kkkk).
Bem sei meu dilema e de muitos por aí. Onde feijão, alho e outras coisitas viraram  parte de um cardápio chiquetoso. Oferecer feijoada hoje em dia é luxo puro bem!!!
Ai a solução pra pobre é se adaptar... faz corte aqui e ali... o leite condensando já era!!!
Dureza mesmo é entra no supermercado e a cada mês ver que aquela quantia dirigida para as compras já não rende tanto assim...Já diz a Sra minha mãe; felicidade de pobre é ir ao mercado e trazer sacolas cheias. Mas quando os 300 e poucos renderam menos sacolas que o mês passado a gente segura a lagrima. E fica mais dificil segurar quando nos lembramos que o leite condensado...óhmeodeos...ficou para trás (kkkk).
Tá facil pra ninguém!!! Mas nos viramos para sobreviver, só não sei até quando...Me desespero toda vez que ouço nos jornais a palavra "aumento"... Coração já fica tenso...Poxa o frango não!!!frango não!!!!
Essa semana ouvir na radio uma senhorinha que substituiu o feijão carioca por lentilhas e a carne por carne de soja ...no final o radialista ressalta " Sra Fulana de tal, aposentada..." Aposentadoria  ; outro dilema.
Na crise somos obrigadas a fazer substituições , ou comprar aquelas marcas da qual não temos qualquer conhecimento . Mas por ser baratinho acabam entrando no carrinho.
Ou levamos menos daquilo pra compensa o valor do feijão, do leite ...
( Na hora de pegar a caixa de leite é; Putz !!! Tudo isso por formol!!!! kkkk )
Outra coisa que temos que lidar  ; a falta de qualidade...
Essa semana descobrir que andava ingerindo pelos de rato , o ingrediente secreto de marcas de molho de tomate conhecidíssimas no mercado.kkkk
Tenho pensado cada vez mais sobre cultivar legumes ,ervas... ter na mesa tudo fresquinho.
Já até comecei apesar de não ter tanto conhecimento.  E percebo que os orgânicos tem mais sabor. Esses dias fiz um macarrão com tomate cereja e coentro,  tudo cultivado por mim. Lambi os beiços! !! Um tiquinho de coentro ficou com o sabor tão acentuado.
Enfim,  voltando ao assunto do supermercado ...
A cada prateleira que passamos com o nosso carrinho é um susto e a cada promoção  é uma euforia; não acredito que encontrei isso aqui por esse preço, no outro mercado estava o dobro.
Quem anda atrás de ofertas sabe que não dá pra ficar só em um mercado.  São idas aqui ,no outro lá.   E se tratando do nosso rico dinheirinho;  a gente soa pra ganhar e pra gastar.kkk
Eu também tenho feito as minhas substituições...  Com os preços altos sou obrigada a deixar certos produtos que já usava na prateleira e usar o que dá pro bolso. Tem até um lado positivo que é conhecer marcas que outrora você não usaria.
Então resolvi passa dicas de marcas que eu experimentei pra você dona de casa que como eu conta cada tostão.
Eu amo bolo de chocolate e não é  só  eu não , todo pessoal cá  de casa aprova.
Sempre uso o achocolatado da Nescau, contém menos açúcar mais cacau.
Já tentei fazer o mesmo bolo com outros achocolatados, nenhum ficava tão bom quanto  o que era feito com nescau .  Mas como o bichinho tá caro e eu não posso viver sem o bolo de chocolate... Provei o chocolate em pó  da Neilar e fiz meu bolo acrescentando ovos caipiras vindos do meu galinheiro. Ficou tão bom! Macio e gostoso.
Outro produto dessa marca são os sucos em pó chamados Pop Frutas...meu marido não toma água de jeito nenhum,  só  suco. E o tang  tá aí carinho. Eu gastaria em média com dois pacotinhos por dia uns 2,40$ . Então comecei a comprar os sucos dessa marca que custa 0,50  .  Não é  ruim,  amo o de jabuticaba e o de goiaba ( Tang agora é só para as visitas hihihihi).
Tenho feito mousses deliciosas com a gelatina da Apti, essa marca não fica pra trás das demais.
Por aqui na minha cidade tem um supermercado Dia que vende produtos da sua própria marca com preços bem acessíveis.  E se você fizer parte do club dia  há  descontos  em outras marcas.  A marca do dia tem produtos bons e ruins.  Há shampoos chamados Bonte, que sao fabricados pelo dia, tem um custo muito acessível e é  muito bom. Eu já tinha feito aqui no Blog um post sobre esse shampoo e ultimamente, não sei se é por causa da crise , tenho recebido comentários de pessoas que também começaram a usar recentemente  e estão adorando. Eu indico também o creme hidratante da bonte, ele é bem encorpado e cremoso...Vale apena experimentar.
Também adoro o café e o molho de tomate da marca dia. O molho é  bem encorpado .
...
Mês passado não deu pra ir no supermercado dia ,  fui num outro .
Lá tive que escolher uma outra marca de café.  Como as boas estão  quase 10 reais, escolhi o em conta .
E engraçado que quando nos deparamos com o desconhecido  hesitamos  (eu filosofando em meio ao assunto de compras kkk ) .  Mas é  uma verdade,  a marca que a gente gostaria não dá.  O que resta é  o desconhecido que dá  pra o bolso. Então trouxe o café  moka,  fiquei com medo. Mas trouxe.
Só  tenho um arrependimento, de não ter trazido mais.  Tem gosto de café moído na hora.
Muito bom! !! Eu comprei também um da aviação, mas para meu gosto; não me agradou muito.
Vi na prateleira um molho de tomate que ... era baratinho, mas não compensa.O nome é  Outback para meu gosto é muito  azedo  e tem uma coloração meio rosada .
Bom,  me perdoem pelo post longo . Mas estava aqui passando um cafezinho e resolvi escrever sobre essa minha peripécia . Queria só  compartilhar com você dona de casa que se vira com o pouco que tem no bolso. E partilhar marcas que apesar de ser baratinhas vale apena usar.  Uma dica :se você encontrar algo na prateleira que nunca usou ou ouviu falar leve apenas um. Pois se for ruim o arrependimento não será tão grande kkk. Se for boa ...volte no dia seguinte e leve a quantidade que você precisa.
Já que passei o café  mostro pra vocês  meu porta copo  em formato de folha.  
"Somos como folhas levadas pelo vento... e no meio dessa crise... hihihi"






E você querida amiga Leitora tem feito suas substituições ? Fique a vontade para comentar e palpitar marcas que você ai já experimentou e aprovou.

Mil Beijos

16 de julho de 2016

Ser uma artesã. ..

Eu sempre fui voltada a artes, me recordo da minha mãe dizendo;  lá vem a inventora.
Crescir  nesse meio de  carretéis de linhas, moldes, cortes de tecido.
 E como consequência aprendi a costurar, a fazer fuxicos com os retalhos, a bordar. ..
Incentivada pela minha irmã criei um blog para partilhar meus trabalhos.
Até então todos esses meus atributos eram apenas um hobby, um passatempo.
Não fui eu que escolhi ser artesã,  essa profissão me escolheu.
Tudo começou quando aprendi a fazer crochê. E fui compartilhando orgulhosamente minhas feituras feitas com o entrelaçar de linhas.



Inesperadamente recebi minha primeira encomenda.  Por ser iniciante eu hesitei;  será que dou conta?!?
Mas acabei aceitando e sorrir de orelha a orelha quando a cliente recebeu feliz o pedido me parabenizando pelo capricho.
Foi aí que vi uma oportunidade de ganhar um dinheirinho. Mas mau sabia eu das dificuldades dessa profissão.
Acho que toda artesã já ouviu o : tá caro, você não pode fazer mais baratinho? !?
Ou o ; poxa ali no chinguelingue eu acho mais em conta(como diz minha mãe;  a gente fica pra morrer com uma coisa dessas).
A desvalorização do nosso trabalho nos entristecem. Eu quando comecei me sentia assim, agora não mais . Porque eu sei o trabalho que tive , quanto tempo e dinheiro eu gastei para produção de uma peça . O mau de algumas artesãs  é não  valoriza seu trabalho e acabam vendendo bem abaixo do preço ficando sem  lucro.
Eu mesmo de inicio quebrei muito a cabeça porque não sabia dá um valor a uma peca.
Tem aquelas que elaboram um valor a partir do gasto dos materiais.  Tipo ; gastei 10 e ai multiplico por 3 dando 30 reais, esse é  o valor da peça.
Usei muito essa técnica no começo. Mas ao longo do tempo percebi que não dava certo , porque gastava 10 de linha  ,porém  a peça em si demorava dias pela dificuldade de pontos.
Imaginem trabalhar 7 dias numa peça pra ganhar 30 reais.
Ou fazer uma peça simples mas com materiais com um valor alto. Nada justo neh! ?!
Fui pesquisando e perguntando pras amigas artesãs e aprendi que você deve calcular o valor dos materiais mais o tempo gasto para produção da peça. Funciona assim;
Quanto você quer ganhar por dia ? 40 reais tá bom?
Então pegamos esse 40 reais e dividimos por 8 horas  ( que é  o tempo de um trabalhador ).
Cada hora sua custará 5 reais. Para fazer um sousplast você gastou 2 horas e 7 reais de materiais  (incluindo nesse valor o gasto com caixa e papel para envio,  lembrem se de inclui tudo o que você gasta). Seu ganho é  de 17 reais. Um preço justo pra você e para o cliente.
Uma outra dica é ; faça pesquisa de mercado.
Se seu sousplast custa 17 pesquise em  demais lojas virtuais o custo de um modelo parecido com o seu.  Fazemos de conta que você encontrou aí preços entre 15 a 20 reais . Então o seu está num meio termo, num bom preço.
É assim que cálculo o valor de cada peça que faço.

Outra coisa...
No início fiquei perdida. Tenho o produto mas como faço para vende lo?
Comecei criando um blog loja, que era um blog com fotos e descrições das peças .
Porém não tive tanto retorno. Porque  no blog  não havia sistemas de pagamento como pagseguro, moip  (alguns clientes se sentem mais seguros  quando você oferece algum sistema de pagamento. Até porque , caso você  não entregue o pedido o cliente pode entra em uma disputa e também facilita o pagamento  pra quem deseja o parcelado ).
Enfim,  fui pesquisando e encontrei a opção das plataformas de vendas.
Criei minha loja no Elo 7 ,  uma plataforma muito conhecida entre os artesãos e apreciadores de peças artesanais.  Naquela época pagava uma taxa anual e fiz boas vendas. Mas com as mudanças  que ocorreram lá acabei saindo.
E novamente fui em busca de outra opção e encontrei a Divitae,  era tudo muito novo por lá.  Sempre fui bem atendida pelas administradoras. Como a plataforma ainda estava engrenando, era muito pouca conhecida  então a divulgação ficava por nossa conta ....Foi aí que aprendi que as redes sociais são boas ferramentas para divulgação.
Então você que deseja vender crie perfis em redes sociais para divulgação do seu produto. Deixando claro, crie um perfil para sua loja não algo pessoal. E mantenha os sempre atualizados.  Promova sorteios, isso ajuda bastante também.
Bem eu acabei saindo da Divitae por motivos pessoais. Meses depois abrir novamente na Iluria .
Essa plataforma oferece as mesmas ferramentas das demais, porém eu gosto da vitrine.
Custa 9,99 o mês. Um ponto ruim,  a divulgação fica por sua conta. Bom pra quem quer aí esse lance de divulgação o Elo 7 tem. Ou você também pode investir pagando a divulgação de um dos seus trabalhos no facebook, promovendo a postagem. Investimento é tudo!
Todas plataformas oferecem 15 dias de uso na faixa,ou seja free. O que é bom pois você pode fazer um teste drive, ver se tudo funciona direitinho segundo seu gosto.
Enfim, resolvi fazer este post porque recebo sempre algumas perguntas sobre o assunto.
Posso dizer que não é fácil viver de artesanato.  Algumas meninas até conseguem ter sucesso , mas não é algo que acontece de um dia para o outro  .
É trabalhoso! Vai ter dias que você tera vontade de desistir (hihihihi). Mas com muito esforço alcançamos o desejado. Desejo sorte pra todas!

29 de junho de 2016

Venha cá aprender a fazer as rosas da bordinha do vasinho de croche.

Olá meninas  (os), é  engraçado quando a gente fica muito tempo sem internet, a qualquer sinal seja de dados ou um wifi entramos num momento de frenesi. Queremos ver tudo de uma vez, as novidades e por aí vai.
Eu ao menos fico doidinha,  me agarro ao celular passo dedinho pra cá pra lá.  Tudo para acabar com a abstinência.
Entre todas redes sociais eu amo o instagram,  não pra postar mas pra ver as postagens.
E quando se trata de croche então,  tô lá afinco vendo tudinho, dando um print  no que posso ...enfim!!!!
Foi numa dessas  que encontrei algo que deveria compartilhar e aproveitando que encontrei um sinal de wifi  (kkkk).
Vcs lembram aí do meu mais recente vaso de croche que fiz com as rosinhas  na borda ?
Gostou  neh? ! E até se perguntou ; como a Saron fez esse detalhe das rosas?
Bom o meu eu fiz de cabeça  amores. ..foi surgindo a idéia  e  fui crochetando.
Mas achei um gráfico que quando olhei pensei; poxa porque não achei isso antes?
Pouparia o trabalho de fazer, desfazer e refazer até chega numa contagem de pontos certo.
Deixo cá proces o meu achado.












24 de junho de 2016

Bendito seja o estalinho criativo!!!!

Faz um certo tempo que não faço mais os cachepôs de crochê. E olha que na minha varanda tem tantas violetas.
Mas essa semana deu um estalinho... 
Sabe quando você olha algo e em cima daquela peça, ou matéria você e começa a elaborar algo mentalmente? 
O bom "estalinho da criatividade".
E quando vem ficamos numa ânsia terrível de colocar em pratica o visualizado projeto.
Foi isso que me sucedeu quando vi esse vasinho de suculenta ( acho que é esse o nome), deixado para trás pela antiga dona da casinha. 
Confesso a vocês que não tenho muito apreço por essa plantinha e ela ficava do lado de fora, meu esposo que cuidava dela. 
Só que numa manha eu olhei e visualizei isto;


Sim eu olhei e venho na hora um vasinho de crochê exatamente assim.
Engraçado que na hora achei que seria impossível de fazer ...
Mas acabou saindo e foi ate facinho.
Usei o barbante numero 4 da Supremo paa fazer a base da vaso.
Meninas que quiserem fazer ... Eu não tenho receita, mas a dica é usar o próprio vaso como referência na hora de crochetar. 
Eu usei o ponto escama de peixe pra fazer as folhas e a rosinha rococó.



Bom, vasinho novo, toalhinha nova...
Já que estava com a mão na massa, ou melhor, com a agulha em mãos ...
Eu tinha visto no Ig um grafico de uma toalhinha de crochê...coisa espetacular!!!
Não deu outra neh!!! A paixão foi tanta  que fiz. 
É mega simples, sem muitas filuras . Mas tão charmosinha. 






 Mostrei um bocadinho pra meninas no face e recebi pedidos do grafico. 
Então tá aí!!!! Uma dica; façam com barbante numero 4 porque aí fica num bom tamanho.



Depois quero ver a de vocês hein!!!
Em breve a toalha estara lá na lojinha. Mas quem quiser encomendar já é só entrar em contato comigo...Deixe ai nos comentários seu email que entro em contato.
Bjinhos!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...