Por Saron...
" Evoluir, tenho essa necessidade na alma. Ser um pouco mais. Mas pra ser um pouco mais preciso ser menos de mim mesmo.
Porque evoluir entra num contexto de ser mais tolerante, exercer o ato de se humilhar e reconhecer erros. De perdoar também.
De ser mais altruísta , menos egoísta.
Sabedoria pra simplificar a vida.
A cada dia tento evoluir 1cm do meu ser por vez. Pouco?!?
Grandes mudanças ocorre aos poucos, devagarinho... E assim vou indo."

Moça Flor

Gostou???


Visitem minha lojinha virtual e confiram todos os produtos apresentados no slide.
Atelier Saron Calazans
ou

O que procura No Meu Pequeno Mundo

2 de dezembro de 2016

Diário de uma roceira.

 Na verdade eu estou mais para uma aprendiz de roceira.
Eu sempre posto em demais redes sociais minha hortinha e a minha alegria em ver os tomates crescendo, os quiabos também ...esses dias colhi pimentão e alho.
E algumas meninas vendo tanto entusiamo se contaminaram e começaram a me fazer perguntas sobre cultivo , querendo também ter uma hortinha. Eu sei muito pouco , mas partilho o que sei.
Toda quinta eu tiro basicamente o dia inteiro para plantar novas mudas, mexer na terra , dá um trato em algumas plantas que pegaram pragas.
E ontem logo cedinho lá estava eu com as mãos na terra.
Infelizmente minhas couves manteiga acabaram adoecendo devido as pragas.
E numa tentativa de resgate tive que replantar.
Arranquei tudo, salvei uns talos bons, preparei a terra com titica de galinha ( minha mãe criada na roça me falou que é um adubo poderoso) e replantei os talinhos.
Ate ai beleza!!!  Chegada a hora do almoço eu entro na casinha amarela e enquanto refogava o arroz dava uma paradinha e postava minhas plantinhas.
Mostrando toda pimpona meu enorme pé de alface .



Este aí...Entre uma corrida e outra com um olho na panela do arroz outro na tela do computador eu me alegrava com os comentarios das amigas sobre minha hortinha e sobre os muitos "nossa!!!"
Respondi a algumas perguntas. Enfim, terminei o almoço. Marido chegou , nos almoçamos ...
Então o marido resolveu sai lá fora e percebeu algo estranho e de repente começou a gritar; Mô, mô vem aqui ver isso!!!
Eu sai se entender o acontecido e quando chego lá...


Já era pé de alface!!!!
 Acreditam vocês que as minhas galinhas se evadiram do galinheiro e invadiram minha horta acabando com meu pé lindão de alface e as couves que tinha acabado de plantar?!?
kkkkk
Quando vi aquela cena não sabia se ria ou se chorava...acabei caindo no riso solto.
Só me restou isso!!!


Foi se o meu orgulho!!!kkkk Ainda tive que correr atras das galinhas!!!
E segue o roteiro da minha vida no campo.


8 comentários:

  1. Mexer na terra é muito bom, pra muitas pessoas funciona como terapia. Fiquei chocada com o que sobrou do seu pé de alface... que dó! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que você levou na boa, kkkk.
    Fazer o que né? rs
    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  3. Pois é galinha come tudo o que encontra pela frente. acontece o mesmo ás verzes no quintal da mãe..
    Feliz natal
    Pinta

    ResponderExcluir
  4. Amei o post, Saron. Viver no campo é uma maravilha. Tem muito trabalho, mas compensa.
    Te desejo um abençoado Natal, que em 2017 vc seja muito feliz. Muita saúde e paz na tua vida.
    Beijos, minha linda.

    ResponderExcluir
  5. Feliz 2017 Saron!As penosas dão muito trabalho mesmo,cresci em fazenda sei como é, mas tbm acaba com mosquito da dengue,tem suas vantagens tbm.
    Felicidades no próximo ano que se inicia.

    ResponderExcluir
  6. Sempre gostei de cuidar de plantas e de ter contato com terra. É desesressante. O seu pé de alface me lembrou alguns que tiivemos há muitos anos e deixamos crescer para tirar sementes. rsrsrs Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi.Florzinha.tudo bem.Você anda ausente.Espero que esteja bem.Deus te abençoe e te guarde.❤❤❤

    ResponderExcluir

Bora lá...De o seu pitaco...
(Saron)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...